Ponte da Amizade

Pressione o Play para assistir à câmera ao vivo da Ponte da Amizade

Câmera Sentido Brasil

Câmera Sentido Paraguai

A câmera ao vivo da Ponte da Amizade é um importante símbolo da fronteira do Paraguai com o Brasil, isso porque ela liga a Cidade do Leste, no Paraguai com Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Uma curiosidade é que se atravessar a ponte sentido Brasil a Paraguai o nome será Ponte Internacional da Amizade, enquanto que se fizer o caminho contrário, do Paraguai para o Brasil o nome será Ponte Alfredo Stroessner.

História sobre a Ponte da Amizade

Quando Paraguai estava prestes a completar 150 anos, o então presidente, o general Don Alfredo Stroessner decidiu fazer algo para celebrar esta data importante, algo que deveria ser grandioso, afinal a intenção também era mostrar que o país estava se desenvolvendo.

Foi então que o Paraguai e Brasil se juntaram a partir de seus interesses pessoais e tiveram a idéia de construir uma ponte sobre o Rio Paraná com o objetivo de ligar os dois países.

Para o Paraguai a ponte seria uma representação de desenvolvimento do país e para o Brasil seria uma forma de aproximar suas relações comerciais com o Paraguai, Bolívia, Peru e Argentina.

Fato que deu certo, nos anos 90 o Paraguai teve um impulso na sua economia por conta de milhares de brasileiros viajando até a Cidade do Leste atrás de produtos eletrônicos com preço baixo.

Mas, voltando alguns anos, quando a ponte ainda estava sendo construída, no dia 26 de janeiro de 1961 os presidentes, Don Alfredo Stroessner (Paraguai) e Juscelino Kubitschek (Brasil) se encontraram pela primeira vez na Ponte Internacional da Amizade, e apesar das obras inacabadas, esta foi uma data importante, pois foi marcada pela primeira inauguração da ponte.

Anos depois, no dia 27 de março de 1965, Don Alfredo Stroessner e o general Castelo Branco (Presidente do Brasil na época) se encontraram novamente na ponte, mas dessa vez com as obras acabadas o objetivo foi a inauguração definitiva da fronteira entre os dois países.

Para aqueles que tiverem a curiosidade podem conhecer no Museu Municipal de Ciudad del Este a placa de bronze que homenageia a primeira inauguração da ponte, nela foi escrito a seguinte frase: “Seja esta obra magistral da técnica e da indústria do Brasil o símbolo perene da União Solidária de duas Nações tão vizinhas como irmãs que assim honram aos comuns destinos dos povos de nossa América”.

Construção

Toda a estrutura e montagem da ponte foram minuciosamente pensadas, além do seu comprimento que chega a 552,4 metros, a ponte teve que ser erguida a uma distancia que mesmo em épocas de grandes cheias no Rio Paraná o nível da água não ultrapassaria de 18 metros entre ele e a ponte, lembrança de 1905 onde o nível do rio subiu 30 metros do considerado normal.

E para que a ponte se mantivesse estável foi necessário muito esforço dos profissionais brasileiros, no Rio de Janeiro, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) foi responsável por montar uma estrutura de aço carbono para sustentar a ponte.

Esse gigantesco arco possuía 157,3 metros de comprimento e pesava 1200 toneladas. Com a aprovação da estrutura, após inúmeros testes, chegou a hora de desmontá-lo e levar até as obras oficiais.

Diversos caminhões especiais foram usados para carregar cada parte dessa estrutura com segurança até as obras da Ponte, o trajeto contava com 1700 km de estradas, na época algumas rodovias importantes ainda não existia, o caminho era difícil, cheio de imprevistos, em alguns trechos os caminhões não conseguiam atravessar, obrigando os motoristas a mudarem suas rotas constantemente.

Destaque e notícias

A grandiosidade da Ponte era incontestável, até a data de construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu a Ponte Internacional da Amizade foi motivo de orgulho e destaque entre os brasileiros. Para os engenheiros o destaque veio a partir do maior vão de concreto construído acima de um rio imprevisível.

Os jornais da época faziam questão de noticiar e dar destaque a quantidade de material utilizada para a construção da ponte, confira a lista:

  • 21 mil quilos de cimento ou mais específico, 350 mil sacos de cimento de 60 kg cada;
  • 7 mil metros cúbicos de madeira;
  • 300 toneladas de ferro;
  • 130 toneladas de parafusos;
  • 44 mil metros cúbicos de concreto;
  • 1314 toneladas de aço;
  • 80 toneladas de cabo de aço.

Atualmente

Recentemente a ponte passou por uma reforma e recebeu melhorias, todo o cuidado é preciso afinal, a Ponte da Amizade é a principal ligação terrestre entre o Brasil e Paraguai.

Sua utilização é extremamente importante, diariamente milhares de brasileiros e paraguaios atravessam a ponte para ir trabalhar, passear e fazer compras.

Enganam-se quem pensa que na Ponte só pode passar veículos, pedestres e ciclistas também podem fazer a travessia com segurança.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *